• Dra. Camila Couto e Cruz

Quarentena no exterior: acabando com o excesso de bebida de uma vez por todas

Updated: May 31


Chegamos naquele momento em que a quarentena e o isolamento social já são o "novo normal". A princípio, as piadas e os memes sobre quantos quilos iríamos engordar na quarentena e as brincadeiras sobre todo dia ser sexta-feira nos faziam gargalhar, mas agora, há meses nesse descontrole, a situação já começa a incomodar. As incertezas sobre o futuro foram crescendo para quem vive no exterior, e assim, foram dando espaço para a ansiedade e o medo. Houve quem conseguisse relaxar e realmente aproveitar o tempo de "folga" para ler, estudar, se exercitar ou fazer meditação. Porém, a maioria dos brasileiros que vivem no exterior acabou se rendendo aos excessos para tamponar a ansiedade de não saber se poderiam continuar a fazer seus cursos de línguas ou de faculdade, de não saber se teriam emprego e salário para pagar as contas e de não saber se poderiam permanecer no país que escolheram viver. Em outras palavras, os brasileiros que vivem no exterior estão lidando com a iminência do fim de um sonho; de um projeto de vida.

Nesse contexto social incerto, as turbulências emocionais são enormes e o uso de álcool e outras drogas se tornaram grandes questões. Há quem beba todos os dias para aliviar as tensões do isolamento, mas o que não está sendo levado em conta por quem apresenta tal comportamento são os malefícios que o uso prolongado e exagerado de álcool pode trazer para a saúde física e mental, incluindo pancreatite, cirrose hepática, sindrome alcoolica fetal, alem do desgaste das relações interpessoais e aumento do risco de sofrer e perpetrar diversos tipos de violência.


O abuso não é somente caracterizado pelo uso diário exagerado de bebidas alcoólicas, mas tambem por ocasiões em que se inicia o uso e perde-se o controle da hora de parar.

Iniciar o happy hour com a intenção de tomar "só duas cervejinhas" e acabar com uma caixa de cerveja, mesmo que isso só aconteça de vez em quando pode ser um sinal de que você está tendo uma relação ruim com o álcool. Do mesmo modo, as amnésias no dia seguinte também demonstram que o nível de intoxicação no seu organismo foi maior do que ele poderia aguentar. Assim, se você está tendo "brancos" e não lembra o que se passou na noite anterior, você também está abusando do álcool. Se o consumo de álcool te deixa com o sentimento de vergonha sobre o que você fez ou falou na noite anterior, também é um sinal para que você repense o uso de álcool na sua vida. Se as pessoas ja estão comentando sobre o seu comportamento quando bebe, também é um motivo para você refletir sobre o assunto.


Quem já notou que está perdendo o controle sobre o consumo de álcool deve avaliar os danos que este abuso pode estar causando, conversar com profissionais, amigos e parentes e traçar um plano de ação para modificar sua rotina. Uma boa maneira de fazê-lo é incluir atividades divertidas na hora em que se costumava beber. Cozinhar ao som de uma boa música, tomar um cafezinho, se exercitar... todas essas parecem ser coisas simples, mas em verdade, o vício é também um hábito e, portanto, pode ser modificado. Para quem já está num estágio mais avançado, em que há crises de abstinência, é importante buscar psicoterapia (clique aqui para falar com uma psicóloga) e aconselhamento médico.


Se você se identificou com os assuntos tratados nesse post e gostaria de aprofundar-se no autoconhecimento através da psicoterapia ONLINE, entre em contato comigo clicando aqui. Você pode agendar uma sessão informativa de 20min, sem custos envolvidos. Nessa sessão, eu poderei explicar mais sobre o meu trabalho para você e você poderá tirar dúvidas sobre a psicoterapia ONLINE.


Links Úteis:

Agendamento de consultas com a Dra. Camila Couto e Cruz


Siga as redes sociais abaixo para ter acesso a conteúdos como esse diariamente: Facebook

Instagram

Quem escreve:

Dra. Camila Couto e Cruz é psicóloga com formação em Gestalt-Terapia e PhD em Psicologia Social pela University of Queensland; uma das 50 melhores universidades do mundo, de acordo com o QS World University Ranking. Dra. Camila trabalha com psicoterapia na modalidade online, atendendo brasileiros que vivem no exterior através de uma abordagem dinâmica, voltada para a autorregulação e ajustamento criativo do indivíduo. Agende uma sessão informativa sobre a psicoterapia online clicando aqui .


124 views
 

Copyright © 2020 Camila Couto e Cruz | Todos os direitos reservados